HomeGeralGoverno lança projeto para beneficiar pequeno empreendedor

Governo lança projeto para beneficiar pequeno empreendedor

by

11/5/2022 –

Em um momento de alta de preços, da taxa de juros e incertezas na economia, o programa Crédito Brasil Empreendedor deve injetar cerca de R$ 87 bilhões na economia; CEO da Deal Connection analisa a medida e seus impactos

No atual cenário de preocupação com preços e alta da taxa de juros, a mais alta desde 2017, fatores que afetam o poder de compra da população, o governo federal busca implementar medidas que aqueçam a economia. Um exemplo é o Saque Extraordinário do FGTS, que permite ao trabalhador sacar até R$ 1.000 do Fundo. Segundo a Caixa Econômica Federal, cerca de R$ 30 bilhões serão liberados até junho.

Assim como a medida válida para pessoas físicas, o Ministério da Economia anunciou, no dia 25 do mês passado, o lançamento do programa Crédito Brasil Empreendedor, que projeta injetar cerca de R$ 87 bilhões na economia, viabilizando financiamentos para micro, pequenas médias empresas, bem como ao MEI (Microempreendedor Individual). As medidas devem começar a beneficiar os empresários em menos de dois meses.

Em entrevista coletiva concedida na ocasião do lançamento do programa, Daniella Marques, secretária especial de Produtividade, Emprego e Competitividade da Economia, confirmou que houve uma negociação positiva com os bancos privados e o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para efetivar o projeto. Segundo ela, o governo busca apoiar os empresários, após os piores momentos decorrentes da pandemia de Covid-19.

“Existe uma sensibilidade nossa de dar fôlego, dado que as atividades, principalmente de setores ligados a comércio e serviços, só voltaram à plena normalidade no início deste ano. A gente quer dar fôlego. E está sensível também ao aumento da taxa de juros de um ano para outro, ainda efeito da crise da Covid-19”, afirma Marques. 

CEO da Deal Connection, Danilo Domenicis, concorda e analisa o cenário dos pequenos e médios empreendedores. 

“Todos nós, empresários, sabemos como é desafiador empreender, especialmente para pequenos negócios onde geralmente o empresário tem um capital muito limitado ou nenhum capital. Ter um programa de crédito desse porte é extremamente positivo pois incentiva e possibilita a criação de novas empresas que irão gerar novos empregos e consequentemente fazer a economia se desenvolver”, diz Domenicis.

Empreendedorismo em alta: criatividade para encontrar soluções

De acordo com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), ano passado o Brasil chegou a 3,9 milhões de micro e pequenos empresários e MEIs devidamente formalizados – um crescimento de 19,8% em relação a 2020. O CEO da Deal Connection, empresa que atua conectando empresas a fornecedores parceiros e clientes, considera que os dados traduzem o perfil do empreendedor brasileiro.

“O Brasil é um país em desenvolvimento em inúmeros aspectos, consequentemente existem diversos ‘problemas’ a serem resolvidos, e devemos enxergar isso como algo positivo, pois onde existe problema, existe a possibilidade de criar uma solução para essa dor”, e complementa: “Esse é o papel do empreendedor brasileiro”.

Planejamento evita percalços

Se há otimismo em relação à busca de soluções, também é importante vislumbrar estratégias para, além de abrir um negócio, evitar seu fechamento. O Mapa de Empresas, boletim divulgado pelo Ministério da Economia referente ao 2º quadrimestre de 2021, em setembro passado, mostrou o fechamento de mais de 484 mil empresas, aumento de 10,2% em relação ao quadrimestre anterior.

Analisando estes números e indo além da possibilidade de contar com linhas de crédito, Domenicis considera importante contar com o apoio de uma boa rede de networking e meios de encontrá-los. “No mundo empresarial, credibilidade, referências e ótimas conexões são cada vez mais importantes e valiosas, pois isso abre portas, acelera a tomada de decisões e consequentemente gera grandes negócios, especialmente para empresas em fase inicial, onde o empresário ainda não possui um amplo leque de networking”, pondera.

O CEO da Deal Connection destaca que a intermediação de negócios, muito conhecida em transações entre grandes empresas, pode ser uma tática utilizada para pequenos e médios empreendedores também. “Ter uma empresa especializada que faça essa intermediação, traz diversos benefícios, sendo uma figura neutra que concebe através de negociações estratégicas um meio de resolver conflitos econômicos, superando os obstáculos na resolução de conflitos, chegando a um ponto que seja saudável e bom para todas as partes”.

E finaliza: “O programa Crédito Brasil Empreendedor vem, sim, em boa hora, mas considero importante que o empresário busque a evolução de seu negócio. Um bom networking, parcerias e a intermediação podem contribuir para melhores resultados, bem como proporcionar aumento do valor agregado, o que sustentará o crescimento da empresa”.

Para mais informações, basta acessar: www.dealconnection.com.br

Website: //www.dealconnection.com.br

Leave a Comment