in

Setor de máquinas e equipamentos cresce 23% no acumulado

Santa Catarina, SC 4/9/2023 – As empresas de grandes máquinas e até mesmo pequenos e médios negócios devem estar atentas às oportunidades do mercado

De acordo com o documento divulgado, no mês de maio de 2023 o setor de máquinas e equipamentos atingiu um resultado acumulado de crescimento em 23%.

Relatório da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) divulgou em julho deste ano, dados referentes ao desempenho do setor da indústria brasileira de máquinas e equipamentos no mês de maio. De acordo com o documento divulgado, no mês de maio de 2023 o setor de máquinas e equipamentos atingiu um resultado acumulado de crescimento em 23% considerando os meses de janeiro a maio deste ano. Ainda sobre os números da exportação na indústria de máquinas e equipamentos, os dados do estudo mostram que o setor conseguiu exportar um total de US$ 1,3 bilhões em maio. Esse valor representa um crescimento notável de 35,7% em relação a abril, que, por sua vez, tinha registrado uma queda de 21,2% em comparação com março de 2023.

No relatório que aborda o mês de abril, as exportações de máquinas e equipamentos mostraram uma redução de 20,8% durante o período, o que contrabalançou parte do progresso acumulado em 2023. No entanto, o setor ainda conseguiu exportar um total de US$ 982 milhões, representando um aumento de 9,5% em relação ao montante exportado em abril de 2022. Entre janeiro e abril deste ano, a indústria de máquinas e equipamentos registrou um crescimento acumulado de 23,4% em suas exportações. Esse avanço ajudou a compensar a queda de 12% nas vendas no mercado interno.

No que se refere aos desempenhos do setor de máquinas e equipamentos industriais, o 17º Estudo Sobratema do Mercado Brasileiro de Equipamentos para Construção identificou perspectivas positivas nas previsões de vendas dentro deste setor. Conforme destacado no relatório, as estimativas apontam para a possibilidade de um aumento de aproximadamente 4% nas vendas e receitas ao longo de 2023, tanto no âmbito das máquinas de linha amarela como em toda a categoria de equipamentos destinados ao setor da construção.

José Antônio Valente, diretor da empresa de máquinas para alugar Trans Obra afirma que o resultado acumulado de 23% neste ano no setor de máquinas e equipamentos tem contribuído para reduzir a margem negativa no resultado total se considerar os números no mercado interno. “Exportar US$ 1,3 bilhões em um mês para este setor é um sinal claro de que as empresas de grandes máquinas e até mesmo pequenos e médios negócios devem estar atentas às oportunidades do mercado de locação e venda de máquinas de grande porte para atender até mesmo o mercado de ferramentas a bateria”.

O resultado no setor de máquinas e equipamentos está se apresentando ao contrário das projeções para o ano de 2023. Conforme detalhado no material divulgado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), a projeção para o segmento de construção industrial foi de 2,5% ao longo de 2023. Essa estimativa foi baseada no contínuo desenvolvimento do mercado nos últimos dois anos e na análise das fases operacionais em curso no mercado imobiliário, que, de acordo com o comunicado, indicam uma demanda residencial significativa. Nos últimos 12 meses o relatório informou que houve queda acumulada de 7,3%.

Website: https://www.transobra.com.br/

Written by

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *